Se você pensa que tudo o que faz é certo, lembre que o SENHOR julga as suas intenções. Faça o que é direito e justo, pois isso agrada mais a Deus do que lhe oferecer sacrifícios. Os maus são dominados pelo orgulho e pela vaidade, e isso é pecado. Quem planeja com cuidado tem fartura, mas o apressado acaba passando necessidade. A riqueza que é ganha desonestamente acaba logo e é uma armadilha mortal. Os maus são destruídos pela sua própria violência porque se negam a fazer o que é direito. O culpado segue caminhos errados, mas o inocente faz o que é direito.  É melhor morar no fundo do quintal do que dentro de casa com uma mulher briguenta. Os maus têm fome do mal; eles não têm pena de ninguém. Deus, que é justo, observa os maus e os faz cair na desgraça. Quem recusar ouvir o grito do pobre também gritará e não será ouvido. Quando se faz justiça, os bons ficam felizes, porém os maus ficam apavorados. Quem se afasta do bom senso está caminhando para a morte.   Quem ama os prazeres passará necessidade; quem ama o vinho e a boa comida nunca ficará rico. As pessoas honestas ficam livres da angústia, e os maus sofrem em lugar dos bons. É melhor morar no deserto do que com uma mulher que vive resmungando e se queixando. O homem sensato tem o suficiente para viver na riqueza e na fartura, mas o insensato não, porque gasta tudo o que ganha.
Provérbios: 21 - 2,3,4,5,6,7,8,9,10,12,13,15,16,17,18,19,20